Translate to English

 RSS

      Blogs Feministas
  • A Barata
  • A Cascuda
  • A Moça do Sonho
  • À quatre pas d'ici
  • Alecrim e Sufoco Atmosférico
  • Aleitamento Materno Solidário
  • Aquelah Deborah
  • Arlequina
  • Arranque Meus Olhos
  • As Agruras e As Delícias
  • Babi Lopes
  • Bad Movie Scene
  • Beauvoir au jour le jour
  • Bidê Brasil
  • Bittersweet
  • Blog Blue Jeans
  • Blog da Glória
  • Borboletas nos Olhos
  • Bruna Provazi
  • Café Velho
  • Camaleônica
  • Caminhar
  • Caroline Bernardo
  • Casa da Gabi
  • Casa da Mulher Oito de Março
  • Chá-tice
  • Clarice Maia
  • Clibing The Clouds
  • Coffee, clear heels and random thoughts
  • Como Assim?!
  • Consciência Feminista
  • Contrabandist@s de Peluche
  • Contracultura
  • Conversa de Psicólogo
  • Cynthia Semiramis
  • Da Cerejeira
  • Desautoria
  • Dialógico
  • Diversão sem Culpa
  • Educação à Distância
  • Em Construção
  • Escreva Lola Escreva
  • Escrito em Ametista
  • Espaço B.
  • Esse Tal Climatério
  • Estou Puta!
  • Explorando Escrevendo
  • Foi Feito Pra Isso
  • Garota Coca-Cola
  • Garrafa ao Mar
  • Groselha News
  • Histórias de Menina
  • Humor Pelas Palavras
  • Inquietudes Na Maresia
  • Krasis
  • Lado D.
  • Lia de Lua
  • Lucy, La Feminista
  • Mana Mani
  • Mandinga
  • Maria Frô
  • Mary W.
  • Matizes Femininas
  • Menina de Sardas
  • Meu Jardim de Interesses
  • Meus Alfarrábios
  • Mulher Alternativa
  • Mulher Pós-Moderna
  • Mulheres em Letras
  • Mulheres Públicas
  • Nails Freak
  • Nelumbo Nucífera
  • Nem Tão Óbvio Assim
  • Nós
  • O Mundo Enlouqueceu
  • O Poeta de Ramelin
  • O Prazer do Texto
  • Ou Barbárie
  • Paisagem Estirpada
  • Paisagem Estripada
  • Para Variar, Variando
  • Pensamentos Desconexos
  • Pimenta com Limão
  • Pin Ups
  • Polivalência
  • Ponto de Fuga
  • Quem Mandou Nascer Mulher?
  • Quem o Machismo Matou Hoje?
  • Reino da Almofada
  • Reload
  • Roupas no Varal
  • Saiwalô
  • Se o poeta pra viver
  • Sem Açúcar
  • SexoAchoLegal.com
  • Solidaliberdade
  • Tempestade e Paixão
  • Tereza Não Existe
  • Todas Nós
  • Tutto Petit
  • Urbanamente
  • Who The Hell is Cely?
    • META

    Blogueir@s com Dilma

    Esse blog teve
    visitantes, desde
    setembro de 2003.

    Salto alto para bebês glamourosos

    Denise | Comportamento,Moda | Friday, 13 June 2008


    Bom, já que as mulheres, adolescentes e meninas já estão convencidas de que pra ser chiques e gamourosas precisam de um salto alto, agora é hora de conquistar um público mais jovem e ampliar o mercado… apesar do nome, Heellarious, na minha opinião, ele não tem nada de engraçado.

    O sapatinho custa 35 dólares e já está esgotado em quase todas as lojas… medo, muito medo…

    Via F Word.

    Se gostar, compartilhe:

    Cinderela

    Denise | Moda | Saturday, 23 February 2008

    semsalto.jpgJá que esse blog virou um besteirol só – sem culpa, afinal, não dá pra ser militante o tempo todo – o que é esse sapato de salto alto sem salto? E não é o único!

    Eu, mal consigo usar saltinho baixo, quanto mais esse! eu acho feioso, o saltinho dá um charme… vocês gostam? usariam?!

    Via Shoewawa (adorei o nome desse blog)

    sapatinhosvermelhors.jpgE já que eu estava no site, fui espiar…

    Geeeeeeeeente, o que é esse sapatinho aí ao lado? que lindo! e nem é super caro. Eu já tive sapato vermelho, super sexy (como esse), mas não aguento mais usar salto, não, Bia tem dois, ganhou de presente, poderosos, mas nunca usou porquê são ultra altos! e olha que ela usa salto. Queria um vermelho baixinho e fofo como esse.

    odeio.jpg
    Odeeeeeeeeeio!!!! vixe! no geral, detesto bota de cano baixo e essa tá triste!

    Se gostar, compartilhe:

    Gisele Bundchen continua intragável, mas…

    Denise | Celebridades,Moda | Thursday, 07 June 2007

    giselle1.jpgImagino o quanto a mídia brasileira anda monocórdica, com a participação da Gisele Bundchen no tal Fashion Rio. É insuportável, não vi muito, mas o suficiente pra perceber que não se fala em outra coisa.

    Eu sempre achei a Gisele intragável. Nas vezes em que vi uma entrevista dela na televisão me senti constrangida. Sabe aquela sensação desagradável de ver uma pessoa totalmente sem noção e ter vergonha (por ela) das bobagens que ela fala e das caras e bocas que tá fazendo?

    Tá bom que ela começou a desfilar muito novinha, mas a postura totalmente deslumbrada com ela mesma é super cansativa e ela não é mais uma menininha…

    Culpar as mães pela anorexia das filhas, retirando totalmente da indústria da moda (claro, defendendo seu ganha-pão) a sua parcela de responsabilidade, foi a maior barbaridade de todas, além de insensível, cruel e desumano com as mães que tinham acabado de perder suas filhas.

    Bom, continuo achando a criatura insuportável, mas até que – pesquisando uma foto pra botar nesse post – me surpreendi com essas declarações da modelo:


    “Sou a favor de a mulher fazer o que deseja de seu corpo. Fui a uma exposição em Nova Iorque que mostrava o interior do corpo humano e também as fases da gravidez. Até quatro meses de gravidez, não existe quase nada. É como um grãozinho. Portanto, acho que a mulher deve ter direito de decidir o que é melhor. Se ela acha que não tem dinheiro ou condição emocional para criar uma criança, como pode dar à luz? É claro que a prevenção é a melhor coisa, mas existem situações que escapam ao controle”

    Sobre intenção da Igreja Católica de proibir a camisinha, a modelo diz que é ridículo: “basta pensar nas várias doenças que são transmitidas sem ela. Quando a igreja fez suas leis, milhões de anos atrás, a mulher era virgem, o cara era virgem… Hoje em dia, ninguém mais casa virgem. Me mostra uma pessoa que seja virgem! Acho que é obrigatório usar camisinha. Como é possível não querer que se use camisinha e que também não se faça aborto? É impossível, desculpa”

    Questionada sobre o que acha do governo George W. Bush, já que mora nos Estados Unidos, a modelo diz que foi péssimo: “Basta olhar o que está acontecendo hoje em dia por causa dele, como tanta gente passou a odiar os Estados Unidos”.

    gisele_v.jpgHummmmm… a moça até que enfim disse algumas coisas muito importantes e bem coerentes. Não sei se foi porque ela, finalmente, amadureceu; ou se fizeram as perguntas certas, ao invés das óbvias “como você mantém esse corpinho” ou se foram os famosos seis quilinhos a mais que a trouxeram de volta ao mundo real, mas até que comecei a simpatizar um tiquinho a mais com ela.

    Atualização:

    Não falei? era só um tiquinho, a moça ainda tem muito a aprender.. . não consegui, ainda, achar a entrevista completa da modelo pra Folha de São Paulo, li trechos em várias fontes e não tinha visto essa.

    Perguntada sobre política, Gisele diz:


    “Acho que o importante em política é ser honesto, independentemente de sua posição”.

    Fia, não é bem assim. Aqui nos EUA, onde você mora, tem políticos republicanos “honestos” e que, ainda assim, acreditam que é um dever patriótico mandar meninos e meninas pra morrer na guerra do Iraque e que acham que os imigrantes têm de ser expulsos do país, ainda que isso signifique a desintegração das suas famílias. E mais, que estão lutando para acabar com o aborto legal e são contra o uso de contraceptivos.

    É possível que um político nunca tenha roubado, seja considerado honesto e coerente com seus princípios e, ainda assim, tenha princípios e posturas que vão ser extremamente prejudiciais às comunidade.

    Só pra reforçar, se alguém tiver dúvidas, não estou dizendo que honestidade não é fundamental. Mas não foi isso que Gisele disse, ela não afirmoru que “honestidade é fundamental”, ela afirmou que “o importante em política é ser honesto, independentemente de sua posição”, o que eu acho muito diferente e coloca todo mundo “no mesmo saco”.

    Não podemos dizer que todos políticos que pensam diferente da gente são desonestos, podemos? o candidato que acredita que o aborto precisa ser tornado ilegal (aqui nos EUA) e os jovens devem receber apenas informações sobre abstinência sexual, e não camisinhas, não é necessariamente desonesto. Mas, dá pra votar neles? então, a posição é tão importante quanto a honestidade…

    Fontes: Gisele Bündchen diz ser a favor do aborto e do uso camisinha e Gisele Bündchen no Rio: em defesa do aborto e contra Bush

    E, por falar em Gisele, o que vocês acham que essa foto abaixo passa?

    gisele_no_box.jpg

    “Boxing Gisele”, do fotógrafo Vincent Peters. Outras fotos aqui.

    Se gostar, compartilhe:

    Picture yourself in a boat on a river
    With tangerine trees and marmalade skies…

    Denise | Moda | Saturday, 02 June 2007

    Lembram que comentei que eu adoro a moda dos anos 70? Pois é, também adoro os chapéus da época. E os óculos e colares e todos acessórios. Sempre quis um chapéu parecido com o de Jane Fonda (tinha visto em algumas fotos e nessa capa da Rolling Stones) e da Maria Schneider (em Último Tango em Paris). Comprei esse aí no verão passado, mas confesso que fiquei meio sem jeito de usar, porque é muito grande e muito rosa. Mas, como não estou podendo pegar sol, hoje eu decidi encarar. E adorei. É confortável, protege muito bem contra o sol e eu me senti como Lucy in the Sky With Diamonds

    Se gostar, compartilhe:

    Uma tarde no shopping center…

    Denise | Moda,Suazilândia,Viagens | Friday, 01 June 2007

    Em Mbabane, Suazilândia, Africa.

    Assim se vestem as mulheres da Suazilândia, no dia a dia… nem sempre exóticas, como vemos nas fotos africanas. Algumas me lembraram muito as brasileiras, muito sensuais (e como adoram calças capri…). Percebam uma senhora de saltinho, produzida e carregando um saco e arroz na cabeça. Isso é Africa.

    Se gostar, compartilhe:

    Capri?! nem morta…

    Denise | Moda | Tuesday, 22 May 2007

    Eu recebo emails da seção “Eat Right” do The Guardian, geralmente com dicas de nutrição, mas às vezes também tem coisas de moda. E eu fiquei rindo com o que acabei de receber:

    “Calças Capri são a pior coisa do mundo inteiro. Elas fazem as pernas de qualquer pessoa parecerem mais curtas. Mesmo se você olhar para supermodels, nas passarelas, se estiverem de calças capri, suas pernas parecem mais curtas. Pode imaginar uma mulher de uma altura média?” Danica Lo

    moda_70s.jpgHehehehehe… eu achava que era a única a odiar Calça Capri. Não tem jeito, eu até comprei uma, no verão passado, tento usar, mas parece que tá faltando alguma coisa lá embaixo….

    Por outro lado, eu adoro calças boca-de-sino, pata-de-elefante, pantalonas, acho maravilhosas. Parece que estão voltando e eu já estou de olho, pra ver se aparece uma jeans com a boca bem larguinha.

    Aliás, eu adoro a moda dos anos 70. Nem vivi tanto a fase, porque eu era pequena, mas acho muito estilosa. Minha mãe sempre se vestiu super bem, dá só uma olhada na família aí ao lado. E o turbante então??? uaaaaaaaaaaau!!!!!!!!!

    E vocês? tem alguma peça de roupa, bolsa ou sapato que vocês odeiem, independente de ser moda, ou não? ou alguma que vocês adorem?

    PS.: Percebam meu colar de couro e o tamanquinho forrado de jeans (e ainda tinha um bordadinho nele, nada mais hippie :-)

    Atualização

    Esse post, tão despretensioso, acabou sendo muito, muito divertido. Adorei ler as opiniões de vocês (podem continuar deixando mais comentários, vamos ler tudo!), concordo com alguns, e discordo totalmente de outros, o que é engraçadíssimo… afinal, o mundo ia ser muito chato se todo mundo gostasse das mesmas coisas, né?

    Fazendo um balanço no que vocês escreveram, aí vai minha listinha ampliada. vejam bem, não estou dizendo que é feio e que me incomoda que outros usem, cada um usa o que gosta e vale tudo. Mas são coisas que eu não gosto, pra mim:

    sand%2Bvuitton_1.jpg

    • Estampa militar

    • Estampa de oncinha, zebra, vaca, dálmata…
    • Roupas de pele de animas (adoro casacos de pele falsa)
    • Bermudona (mas comprei uma bem chiquérrima, depois mostro, vamos ver se tenho coragem de usar)
    • Shortinho (a não ser em praia ou piscina ou para adolescentes)
    • Sapato de bico fino
    • Bota de cano curto
    • Saias com bicose
    • Saia rabo de peixe
    • Bijouterias douradas
    • Roupa de lycra, se não for pra malhar
    • Roupa folgada demais pra malhar, colorida demais, desarrumada
    • Bolsa com da Victor Hugo (ainda existe?) e Louis Vuitton
    • Qualquer coisa da Louis Vuitton, inclusive essa sandália acima, que é super moda no verão daqui, pra quem paga uma fortuna por essa coisa horrenda, claro.
    • Coisas que estão na moda por causa de novela ou BBB
    • Flor no cabelo, se não for em passeata
    • Camiseta com o nome: Donna Karan, Calvin Klein, etc.
    • Amarrar casaco ou sweater no ombro ou na cintura
    • Bota de verniz, seja de que cor for
    • Skinny jeans (aquele apertadíssimo até o tornozelo)
    • Tênis branco e limpíssimo
    • Tudo muito combinadinho, perfeitinho, “patricinha”.
    • Qualquer vestido de noiva
    • Penteados complicados
    • Roupas de festas mais formais coloridíssimas (azul, rosa, vermelho argh…)

    Como MUITA gente escreveu dizendo que detesta blusa de um ombro só, eu levei um tempão procurando essa foto, que eu sabia que tinha publicado aqui no blog. Hehehehehe… é a única que eu tenho ou já tive, mas ADORO essa blusinha, comprei na Benetton, em promoção, e acho que eu até que fico elegante com ela, que é bem folgadinha e confortável. Ótima no verão. ;-)

    Se gostar, compartilhe:

    I Hate Crocs

    Denise | Moda | Thursday, 10 May 2007

    crocs.jpg

    Essa moda pegou por aí? aqui está em tudo quanto é loja e parece que eu não sou a única a detestar os tais tamanquinhos de plástico. Já tem até um site “I Hate Crocs” e nesse vídeo uma menina picota uma Croc amarelo-ovo. Eu usei muita Melissinha na vida, mas essa daí eu acho hor-ro-ro-sa! sem falar que com o calor, a borracha deve derreter o pé…

    Atualização:

    Gente, o “I Hate Crocs” é uma brincadeira, eu acho mesmo horrorosos, mas não me incomodam em nadinha, acho que a gente deve usar o que quiser e se sentir bem. Quando Bia tinha uns 12 anos andava “gótica”, de preto, numa Olinda infernalmente quente com caveiras penduradas no pescoço e eu ainda saia pra comprar mais caveiras pra ela… pra mim, vale tudo!

    E Nani, eu tenho um sapatinho desse tipo aí do Chile de couro que é hiper confortável, o único problema é o trabalho que dá pra segurá-lo no pé, porque não tem a correia atrás… em termos de sapato, o conforto pra mim é TUDO.

    Se gostar, compartilhe:

    Modelito anos 80

    Denise | Moda | Saturday, 18 February 2006

    cabelinho_praia.jpgQuerid@s, já que o assunto, nos comentários do post anterior, acabou virando as polainas e maiô de lycra da Madonna, lembrei que (além do maiô e das polainas) também já tive um cabelinho no estilo desse que ela tá usando, meio “arrebitado”.

    Só achei essa foto, que não tá das melhores, mas dá pra ver um pouco como era, inclusive a minha tensão, pra que o vento da praia de Casa Caiada não estragasse meu franjão… hehehe…

    Agora, comparem com a foto da Madonna, com boa vontade, escurecendo um pouco e considerando que eu não tinha o mesmo cabelereiro dela, até que parece um bocadinho… hehehe…

    cabelinho_madona.jpgE vocês não querem me mandar fotos suas, dos anos 80? com aquelas roupitchas beeeeeeeeeeem características? me mandem e eu publico todas, nesse post, durante o fim de semana!

    obs.: E prestem atenção no “bikini de babadinho”… eu amaaaaaaaaaaaaava o meu!!!

    Leiloca acabou de me informar que o nome desse cabelinho arrebitado, aqui, é “feathered hair”, fiz uma pesquisa rápida e encontrei esse site engraçadíssimo, com alguns exemplares da época e atuais.

    Aliás, foi lá que eu lembrei que também existiam – e muitos – homens de cabelo “arrebitado”… é verdade… hehehe… Matt Dylon e John Travolta, por exemplo. Pelo menos não era aquele detestável cortezinho “mullet” que tem durado uma eternidade.

    Se gostar, compartilhe:

    Mostre-me seu sapato, e eu te direi quem és…

    Denise | Moda | Thursday, 16 December 2004

    sapatoseuebia.jpgMeninas e (principalmente) meninos, me perdoem, mas cansei de falar sobre tanta coisa séria. Hoje eu vou falar somente bobagem. Começando por sapatos.

    Eu não consigo entender o fascínio que as mulheres têm por eles. Bia enlouquece na frente de um scarpin de verniz vemelho, salto doze de metal…

    Adoro sapato velho, baixo e confortável. Olha que sou bem vaidosa, mas só com outras coisas… detesto comprar sapatos e quando compro, acabo não usando porque dou, sempre, preferência a um ou dois outros que já estão bem gastos e, consequentente, não apertam mais o meu o pé. Também adoro botas, mas sem salto nenhum. Tenho uma maravilhosa, que tem uns 6 anos e uso quase todos dias, no inverno!

    sapatinhosde.jpgTambém confesso que sou bem mesquinha, na escolha do sapato.

    Detesto gastar muito com eles. No final de semana passado, fui às compras com Ted e encontrei o meu sapatinho ideal, baixinho, cores lindas e custava somente… US$ 9,90… comprei cinco, uma de cada cor, na esperança de passar anos sem entrar numa sapataria…

    Nunca usei salto alto. Na adolescência, cheguei a 1.70 muito cedo, quando ainda tinha uns 13 anos, e os meninos não iam querer dançar comigo, se eu estivesse de salto alto, aí desisti deles.

    Já Bia adora salto enormes, chiquérrimos e fica andando pela casa de camisola e saltão pra ir se acostumando. Acho ótimo, eu jamais faria isso!

    Outra coisa que não me fascina, são as bolsas… tem gente que gasta verdadeiras fortunas com elas. Eu não. Pra dizer a verdade, as mais caras são as que eu menos gosto. Nem morta eu sairia de casa com uma Louis Vuitton. Sem querer ofender ninguém, essas são as mais detestáveis, pra mim… mas tem outras na mesma linha… hehehe…

    bolsas.jpgUltimamente, tenho visto tantas bolsas bonitinhas e baratas, por aqui, que confesso, estou começando a achar interessante, especialmente as menores ou as enormes. Andei comprando uma rosa, uma verde, uma de florzinhas, uma branca… mas quando estou de saída, apesar dos protestos de Bia, pego mesmo é uma mochila preta feiosa, mas super prática, que comprei ao pé do London Eye, quando a alça de uma super velhinha quebrou e me deixou na mão.

    Demorei muitos anos pra ter uma bolsa “de adulto”. Sempre gostei de umas coisas esquisitas, de franja, cor de rosa, de pele… até que um dia minha mãe me perguntou se já não estava na hora de comprar uma bolsinha mais “normal”… hehehe…

    sapatobia.jpgJá Bia, adora tudo, bolsas e sapatos e tem alguns das cores e modelos mais interessantes.

    Ela fica linda, mas eu acho que deve ser o meu espírito “bicho-grilo”, sobre o qual até já andaram escrevendo por aí. Ainda tô na linha do “liberdade é uma calça velha azul e desbotada”… conforto acima de tudo… e estou muito bem assim!

    _________________________________

    Meninas, estou adorando a conversa “mulherzinha”… interessante como nenhum dos meninos apareceu por aqui, ainda… hehehe… e adorei saber dos sapatos e bolsinhas de vocês…

    Depois que escrevi, dei uma saída, com Ted e, no metrô, fiquei olhando todos os sapatos. Realmente esses saltos altíssimos são podres de chique e as pernocas ficam lindas!

    Mas, como dói… não dá pra mim, não. Uma vez, fui pra um jantar num castelo em Uppsala, na Suécia e tive que usar um sapato com um saltinho, nem tão grande, mas finíssimo… ah, foi esse aí acima, na primeira foto, que Bia tá usando… gente, eu tive que andar me escorando em Ted ou nos corrimões, senão caía… um mico!

    Ah, Leila, você tá certíssima, eu compro 5 sapatos por 9,90 cada, pra descobrir que são meio “durinhos”, ou seja, corre o risco de eu nunca usar nenhum… se tivesse dado US$ 50,00 em um só, teria feito melhor negócio…

    Um outro comentário…toda vez que mudo de bolsa esqueço alguma coisa na anterior… cartão de crédito, chave, dinheiro… um horror, por isso tenho que ficar na mesma…

    Se gostar, compartilhe:

    .